HEPATOPROTETOR COMPLETO 30 DOSES AR862255 | Arte & Ciência Farmácia de Manipulação
HEPATOPROTETOR COMPLETO 30 DOSES AR862255

HEPATOPROTETOR COMPLETO 30 DOSES

Ref.: AR862255 Compra Segura

O melhor e mais completo hepatoprotetor do mercado. Aquele que o atleta merece.

Composição:
Silimarina 350mg
Ácido Alfa Lipóico 300mg
Trimetilglicina 500mg
Ácido fólico 1mg
Metilcobalamina 500mcg
Piridoxina 25mg
N-Acetil Cisteína 300mg
Curcumina 250mg
Same 100mg
Metionina 20mg
Boldo 200mg

R$ 175,00

Escolha uma opção

Produto indisponível

Compartilhe

A Silimarina impede a peroxidação dos lipídeos da membrana celular e das organelas dos hepatócitos, protegendo, desta forma, a integridade e a função hepática de eventuais substâncias tóxicas, tanto de origem endógenas como exógenas. Age aumentando a síntese de RNA mensageiro, o que acelera a síntese protéica. É utilizada no tratamento de hepatopatias crônicas, cirrose, esteatose e lesão hepatotóxicas, produzindo melhora dos sintomas clínicos (cefaléia, astenia, anorexia, distúrbios digestivos, entre outros). Sua associação com DL-metionina é capaz de reduzir ou impedir a infiltração gordurosa e a cirrose no fígado. 

O Ácido Alfa Lipóico, que é sintetizado naturalmente no organismo, foi inicialmente utilizado por administração oral no tratamento de disfunções hepáticas e como antídoto ao envenenamento causado pelo fungo Amanita phalloides. No entanto, com a evolução da pesquisa científica sobre esta substância, descobriu-se que o Ácido Alfa Lipóico possui propriedades antioxidantes potentes e de amplo espectro, sendo, portanto um inibidor significativo de radicais livres. 

A Trimetilglicina, é essencial para o bom funcionamento da digestão e metabolismo dos alimentos, visto que ajuda o estômago a quebrar as gorduras e proteínas, além de auxiliar na absorção de vitamina B12. Outro ponto relevante da Betaína é a sua função como liotrópico, ajudando a prevenir o acúmulo de gordura no fígado, desintoxica resíduos metabólicos e toxinas, ajudando até na perda de peso.

O Ácido fólico, correspondente ao ácido piteroilglutâmico, é uma vitamina amplamente distribuída na natureza, estando presente em quase todos os alimentos. Apresenta-se nas formas de conjugado (em geral heptaglutamato) ou uma ou mais moléculas de acido glutâmico. O ácido fólico é um derivado da vitamina B, essencial para o desenvolvimento do feto

A metilcobalamina é a forma mais ativa de vitamina B12. É necessária para o desenvolvimento dos glóbulos vermelhos e para a manutenção do funcionamento normal do sistema nervoso central. Além disso, é importante para o bom funcionamento do coração e do sistema circulatório. À medida que envelhecemos, perdemos nossa capacidade de absorver vitamina B12 a partir dos alimentos, por isso a necessidade de uma suplementação adequada. 

A piridoxina é utilizada nos tratamentos e na prevenção dos estados de carência da vitamina no organismo, no tratamento de certos distúrbios metabólicos, na depressão e outros sintomas associados a STPM (Síndrome da Tensão PréMenstrual) e ao uso de anticoncepcionais. É uma vitamina hidrossolúvel, envolvida principalmente no metabolismo dos aminoácidos e também no metabolismo glicídico e lipídico, necessária também para a formação da hemoglobina . A deficiência de piridoxina em humanos é rara, mas pode ocorrer em determinadas situações, como por exemplo nos tratamentos com isoniazida.

A ação mucolítica da N-acetilcisteína, derivado do aminoácido natural cisteína, exerce-se mediante mecanismo de lise físico-química, atribuível à presença na molécula de um grupo sulfidrílico livre que interage com as ligações-S-S das cadeias mucoprotéicas provocando a cisão destas e determinando diminuição da sua viscosidade. Pesquisas desenvolvidas no homem, com N-acetilcisteína marcada, demonstraram a sua boa absorção após administração oral. Os picos plasmáticos são alcançados entre a 2ª-3ª hora, sendo que, após 5 horas da administração, são detectáveis concentrações significativas de Nacetilcisteína no tecido pulmonar. Estudos "in vivo" e "in vitro" atestam que N-acetilcisteína é capaz de proteger as células pulmonares contra o dano provocado por radicais livres oxidantes. A atividade de "varredor de oxidantes" é exercida tanto diretamente como indiretamente, através da manutenção e/ou incremento dos níveis da glutationa, da qual a N-acetilcisteína é precursora. O conjunto destas propriedades confere a N-acetilcisteína capacidade de agir positivamente sobre os estímulos tussígenos de tipo irritativo, sem interferir na tosse produtiva. Também tem sido documentado que a glutationa e seus precursores protegem da agressão oxidativa a função fagocitária de macrófagos e neutrófilos, bem como promovem a ativação, proliferação e diferenciação dos linfócitos T, o que leva a postular que um incremento dos níveis de glutationa possa desenvolver um importante papel nos mecanismos de defesa imunitária. 

A curcumina atua através da elevação da enzima glutation-S-transferase hepática, a qual participa na desativação e eliminação de peróxidos lipídicos e indutores tumorais. Isso contribui para a atividade inibitória sobre degradações de cromatina e fragmentações de DNA com diminuição da expressão do NF-kappa B e aumento da expressão da caspase-3. Por outro lado, a atividade inibitória da curcumina sobre a enzima COX2 e na síntese do óxido nítrico, estaria relacionada com um bloqueio exercido sobre o fator nuclear NF-kappa B, isto indica a estreita relação que existe entre os processos inflamatórios e tumorais.

O SAMe é indicado para tratamento de: Depressão Algumas pesquisas sugerem que SAMe é mais efetivo do que o placebo no tratamento de depressão leve a moderada e é considerado um efetivo medicamento anti-depressivo sem efeitos adversos (como dor de cabeça, sonolência e disfunção sexual). Ainda, antidepressivos levam de 6 a 8 semanas para começar a funcionar, sendo que SAMe parece agir mais rapidamente. Os estudos não concluem a forma exata de como SAMe age na depressão, mas imagina-se que esteja ligado ao aumento da excreção da serotonina no cérebro (exatamente como os antidepressivos agem). Osteoartrite Um número considerável de estudos mostraram que SAMe foi capaz de reduzir a dor e inflamação de articulações e pesquisadores ainda arriscam dizer que pode promover a recuperação da cartilagem, mesmo ainda não sabendo como. Em vários curtos estudos (de 4 a 12 semanas), a suplementação com SAMe mostrou-se tão eficaz quanto anti-inflamatórios não esteroidais como ibuprofeno e naproxeno em adultos com osteoartrite nos joelhos, espinha e quadris para diminuição de dor matinal, inchaço e melhora na locomoção. Doenças do fígado Pessoas com doenças do fígado não podem sintetizar SAMe no corpo, e estudos preliminares mostraram que o SAMe ingerido como suplemento pode ajudar a tratar doenças crônicas do fígado causadas por alcoolismo e medicação. Um estudo com 123 homens e mulheres com cirrose hepática mostrou que o tratamento com SAMe por 2 anos aumentou a chance de sobrevivência e diminuiu a necessidade de transplantes. Outro estudo mostrou que SAMe ajudou a normalizar os níveis de enzimas hepáticas em pacientes doentes. Fibromialgia SAMe pode ser eficaz na redução dos sintomas da fibromialgia, incluindo dor, fadiga, cansaço matinal e depressão. 

A Metionina pode ser classificada como glicogênica porque é metabolizada em ácido pirúvico através da succinil-CoA. Uma vez que a forma D seja convertida em forma L por receber um grupo amino após a desaminação oxidativa in vivo, é geralmente aceito que as formas D e L são equivalentes em valor nutricional. A metionina é convertida em S-adenosil metionina por uma reação dependente de ATP. Ela funciona como um importante doador de grupo metil no organismo. Após a desmetilação, a homocisteína é formada e subseqüentemente metabolizada através de duas vias: uma é a via de recuperação envolvendo sua re-síntese em metionina pela homocisteína metiltransferase na presença de vitamina B12. O outro caminho se segue a partir da cistationina em cisteína após receber o esqueleto de carbono da serina. A homoserina resultante é decomposta em succinil-CoA e então metabolizada em ácido pirúvico. A metionina tem um papel importante no metabolismo de fosfolipídeos e sua deficiência é conhecida por causar prejuízos renais e hepáticos. 

O boldo geralmente utilizado para doenças do fígado e vesícula biliar, bem como das perturbações digestivas daí resultantes; hepatites; colelitíase, disquinesia biliar. Enxaquecas relacionadas com disfunção biliar. Como diurético e antiespasmódico nas cistites.

Notas totais

  • 1 4
  • Média geral
  • Beleza do produto
  • Usabilidade do produto
  • Atendimento e segurança

O que clientes dizem

escreveu na data :
Ainda não abri, mas a embalagem é muito bonita, só não entendi o porquê de separarem cada dose em quatro cápsulas. Produto chegou rápido. Atendimento bem preciso e rápido. Muito satisfeito. Espero que seja tão eficaz quanto a apresentação do produto.
  • Média geral
  • Beleza do produto
  • Usabilidade do produto
  • Atendimento e segurança

Produtos Relacionados

BULBINE 250MG 60 CAPS

R$ 80,00

3x de R$ 26,67 S/ JUROS

BODY BALANCE 15G 30 SACHÊS

R$ 180,00

5x de R$ 36,00 S/ JUROS

ÁCIDO ARAQUIDÔNICO 500MG 30 DOSES

R$ 85,00

3x de R$ 28,33 S/ JUROS

Receba nossas Ofertas e Novidades